ia – IA Programa de Residência Artística 2022 1o semestre - Conteúdo - Série Diálogos #OFÍCIO

Série Diálogos #OFÍCIO

Duplas do Segundo Programa de Residência Artística 2022

Tomando como ponto de partida a palavra OFÍCIO, apresentamos a segunda edição da Série Diálogos, que é o resultado de exercícios de criação realizados em duplas de trabalho durante o programa de residência IA - Instituto de Arte Contemporânea de Ouro Preto. Conheça melhor as pessoas artistas participantes desta segunda edição que compõem estas duplas aqui.

O objetivo dos encontros é tornar públicas algumas das discussões e ações artísticas decorrentes do programa, como parte das atividades artísticas e formativas da instituição, voltadas a artistas, professores, educadores e estudantes interessados em processos de criação em artes. A primeira edição trouxe várias questões à tona e você pode conferir tudo aqui.

As lives contam com mediação e orientação curatorial de Tainá Azeredo e Valquíria Prates, com assistência de Pompea Tavares, e acontecem no canal do IA na plataforma YouTube.

DOMESTICIDADE E PROTEÇÃO

com Josi e Washington da Selva

Os ofícios da casa e da manutenção dos dias, assim como as relações domésticas entre pessoas, objetos e outros seres vivos que habitam o espaço íntimo são os pontos de encontro entre as poéticas de Josi e Washington da Selva. Os artistas investigam a domesticidade dos ambientes privados e dialogam sobre ela, ao mesmo tempo que se aproximam das tecnologias de proteção de memórias, saberes e hábitos, como cuidados para o trânsito entre os espaços privados e públicos.

TERRITÓRIO E COLETIVO

com Bárbara Bija e Beatriz Toledo

A investigação sobre os espaços comuns e seus modos de fazer junto aproximam as intenções de Bárbara Bija e Beatriz Toledo. As artistas dialogam sobre a construção de territórios, as relações de poder que os caracterizam e o desejo de produzir em coletivo como desafios que mobilizam a possibilidade de produzir presença com outras pessoas, movimentando lógicas decoloniais.

GESTO E REPETIÇÃO

com Ana Fátima Carvalho e Felipe Rezende

O trabalho como ofício - de artistas e de outros trabalhadores - é tomado por Ana Fátima Carvalho e Felipe Rezende a partir dos saberes presentes no saber-inventar modos de fazer. Esses saberes estão manifestados nas habilidades das mãos, nas inteligências adquiridas com o corpo, nas coletas, nas combinações, nos movimentos de trabalhadores no mundo. A repetição, como busca pelo bem-fazer, aprimora a técnica, mobiliza desejos e pode vir a originar novos gestos.

O Projeto é idealizado pelo IA - Instituto de Arte Contemporânea de Ouro Preto, realizado pela Secretaria Especial da Cultura e pelo Ministério do Turismo, conta com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocínio da Gerdau.