ia – IA Programa de Residência Artística 2022 2o semestre - Artistas - Cuidado

Dosa, mente, e cuida


Palavra que admite mais de uma classe gramatical, nomeia uma prática de zelo, qualifica algo bem-feito e serve de alerta. Quem cuida, sabe que é preciso ponderar, que é preciso dosar atos e omissões para que toda mente tenha saúde. Em tempos de extremismos e exacerbações, de fake news e pós-verdades, o exercício do cuidado é o exercício de olhar o outro, ouvir e prestar atenção no que é alheio, perceber, aprender a aliar-se.

Conheça as pessoas artistas selecionadas para o terceiro Programa de Residência Artística 2022 do IA. Palavra geradora: CUIDADO

Artista Ana Paixão de Carvalho

Ana Paixão de Carvalho

Ana Carvalho é artista, cineasta, técnica em agroecologia e educadora popular. Há mais de 20 anos, trabalha junto a povos indígenas e comunidades tradicionais de todo o Brasil desenvolvendo pesquisa e criação artística compartilhada no campo das artes visuais e do cinema. Seu trabalho investiga as relações entre memória, território, comunidades de cura e a convivência entre os seres humanos e mais que humanos. Mãe de dois filhos, dedica-se também à criação de uma poética do espaço doméstico de cuidado e regeneração, atravessada pela escrita, vídeos amadores, fotografia, intervenção, plantio e outras linguagens. Vive e trabalha na área rural de Paudalho, Zona da Mata Norte Pernambucana....

Artista Lygia Peçanha

Lygia Peçanha

Lygia Peçanha nasceu em 1992, vive e trabalha entre Minas Gerais e São Luís do Maranhão. Formou-se em Artes Visuais pela UFMG (2015) e atualmente cursa o Mestrado em Cultura e Sociedade pela UFMA. Coordena as atividades do coletivo #Joyces, que atua nas interseções entre arte, intervenção pública e design. Realizou a exposição individual “Eu fiz de Coração” (Estúdio Guaco, BH/MG-2018), promoveu a aula-performance “O museu como lugar de paquera e pegação?”, (Pinacoteca, São Paulo/SP-2019), e a “Boca Voa: Laboratório de Práticas Artísticas Colaborativas” junto ao coletivo #Joyces e JA.CA – Centro de Arte & Tecnologia (Nova Lima/MG-2021). Seus trabalhos transitam entre as linguagens da performance, da literatura e da pedagogia....

Artista Pedro Ton

Pedro Ton

Pedro Ton nasceu em Varginha em 1989 e atualmente vive e trabalha em Belo Horizonte. Desde 2017, investiga caminhos do fazer artístico em diálogo com a magia e espiritualidade. Tais processos contribuíram para a reflexão do artista sobre os modos de criação e percepção da arte. Durante o contexto de isolamento social, suas práticas se deram a partir de materiais disponíveis em casa, o que lhe possibilitou descobrir e experimentar novas formas de criação e desencadeou no nascimento do conjunto de fotografias “Oráculo Experimental”....

Artista Sylvia Vartuli

Sylvia Vartuli

Nasceu em Conselheiro Lafaiete e vive em Ouro Preto e Belo Horizonte. Na infância, foi amorosamente acolhida por mulheres negras, trabalhadoras e periféricas, com quem aprendeu o que é força, amor, alegria, resiliência, racismo e desigualdades. Vê em sua pesquisa artística uma polaridade acentuada entre reação e ação. Na reação, abre a gaveta da memória, dos traumas e dores. Fala de si e de outros. Na ação, olha para frente e investiga relações entre o movimento, o tempo e o corpo como atitudes de mudanças.

Em início de carreira nas artes visuais, explora a fotografia híbrida. Participou de festivais de fotografia com a coletiva Delicadeza, sob curadoria do Ateliê Oriente: Les Rencontres d’Arles 2022, França (projeção); Paraty em Foco 2019 (Galeria Aecio Sarti); e Foto em Pauta 2018 (Tiradentes – Plano B). Tem imagens publicadas nas revistas Artdoc Photography Magazine 2021 (Expressive floral, on-line) e Ensaio Fotográfico 2018 (Núcleo FAC). Participou da exposição fotográfica coletiva Traços 2020, sob curadoria de Scott MacLeay (on-line). Foi pré-selecionada no Festival Internacional Paraty em Foco 2020 e 2018.

É graduada e pós-graduada em design gráfico pela FUMA/UEMG e atua no desenvolvimento de projetos gráficos editoriais de livros. ...

Artista Yanaki Herrera

Yanaki Herrera

Yanaki Herrera nasceu em Cusco, Peru, e atualmente mora em Belo Horizonte, onde é graduanda em Artes Visuais pela UFMG. Yanaki vive a experiência de mulher migrante desde os 15 anos, tendo passado pela Bolívia e pelo Brasil. Através do seu trabalho, cria narrativas que transitam entre a ancestralidade e o presente, buscando evidenciar os traumas gerados ao longo da colonialidade. Com a pintura, trabalha as vivências das mulheres que são atravessadas por violências de raça, gênero e classe e/ou em situação migratória.

Desde muito pequena, Yanaki teve uma relação muito íntima com as danças populares peruanas. Desde 2018, tem ministrado várias oficinas de curta duração de danças andinas e afro-peruanas na UFMG e na UEMG Divinópolis, além de rodas de conversa sobre temas como cultura popular, migração e xenofobia. Em 2021, participou do LAB Cultural BDMG com o projeto intitulado Wawa Wasi, que aborda a maternidade imigrante durante a pandemia....

Artista Yná Kabe Rodríguez

Yná Kabe Rodríguez

Yná Kabe Rodríguez nasceu no Recanto das Emas, Distrito Federal, é travesti e tem 30 anos. É bacharela em Artes Visuais pela Universidade de Brasília, onde também concluiu um mestrado no programa de Pós-Graduação em Arte Visuais na linha de pesquisa Métodos e Processos em Arte Contemporânea. Trabalha como artista-curadora-pesquisadora, ocupando o cargo de secretária na SEC-EIB (Secretaria para o Desenvolvimento da Primeira Escola de Indisciplina do Brasil), e atua como produtora da Cultura Ballroom brasileira, com o projeto Grand Prize....

PLAYLIST #CUIDADO

canção que zela
ritmo aprimorado
e melodia alerta
são cuidados os cuidados
cuidado

Convidamos as pessoas residentes do nosso Programa de Residência Artística do IA – Instituto de Arte Contemporânea de Ouro Preto 2022 para selecionar algumas músicas que se relacionassem de alguma forma com seus trabalhos e personalidades. Esta playlist foi organizada a partir das indicações de Ana Paixão de Carvalho, Lygia Peçanha, Pedro Ton, Sylvia Vartuli, Yanaki Herrera e Yná Kabe Rodríguez.

O Projeto é idealizado pelo IA - Instituto de Arte Contemporânea de Ouro Preto, realizado pela Secretaria Especial da Cultura e pelo Ministério do Turismo, conta com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocínio da Gerdau.