ia – IA Programa de Residência Artística 2022 - Sobre a Seleção

Escolhas são difíceis, mas necessárias


Nós, do IA, assumimos o papel público que nos cabe, de uma instituição dedicada ao exercício da formação em artes que contempla as redes de artistas e comunidades escolares em simultâneo ao exercício da pesquisa e à experiência como parte dos processos de criação. Além disso, estamos sempre prezando pela diversidade e em busca de contemplar o maior escopo - dentro do nosso alcance, é claro! - de pessoas.

Sempre que abrimos um edital, procuramos tornar explícitos os critérios de seleção para a equipe. Nos programas de residência artística que promovemos em 2022 não foi diferente. Escrevemos no edital que buscávamos, além dos elos com as palavras geradoras, uma equipe plural - inclusive em termos de identidade de gênero, orientação sexual e racialização. É por isso que essas perguntas figuraram nos formulários de inscrição. O número de pessoas inscritas superou as nossas expectativas: foram 333 para o programa Extinção; 166 para o Ofício; 181 para o Cuidado e 349 para o Tempo.

Com essa tarefa em mãos, procuramos interseccionar os fatores seletivos para contemplar pessoas com corpos dissidentes e pessoas de outras geografias, na crença e na expectativa de que a pluralidade e a diversidade são os caminhos para a construção de obras que gerem a reflexão e a transformação que desejamos. Os resultados com os grupos de pessoas selecionadas para cada um dos programas estão em nossa seção de artistas no site: Extinção, Ofício, Cuidado, e Tempo.

Analisando amplamente, temos a garantia de um grupo de artistas exímios dentro do escopo que propusemos nos editais. Lamentamos ter que deixar tantas pessoas de fora, mas convidamos todo mundo que acompanha nossas atividades a seguir conosco e continuar mandando suas propostas. O tempo é curioso e arredio, mas ele chega.

O Projeto é idealizado pelo IA - Instituto de Arte Contemporânea de Ouro Preto, realizado pela Secretaria Especial da Cultura e pelo Ministério do Turismo, conta com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocínio da Gerdau.